Redes Sociais:

Só Poesias: Voz do Silêncio

Estou cansada do silêncio Cansada de me ouvir Cansada de estar calada Cansada de existir.É no silêncio que vagueio Vou e volto do passado .

Por Maria Catherine Rabello

**VOZ DO SILÊNCIO**
Estou cansada do silêncio
Cansada de me ouvir
Cansada de estar calada
Cansada de existir
É no silêncio que vagueio
Vou e volto do passado
Vejo e revejo
Todos os registros gravados
Todos os momentos vividos
Vejo-os na minha frente
Imagens verdadeiras
Imagino o porvir…
Entro em desvaneio
Cruzo-me com fadas
Bruxas e feiticeiras
Com a menina apavorada
Que escondia a cabeça …E chorava….
Chorava…Esperando o sono vir

Hoje!...Sem ponta de ilusão
Mulher sem medo…Sem receio
É no silêncio…No escuro serrado
Que abro o coração…
E a mente itinerante
Na ânsia de exploração…
Espírito aguçado
Deste resto de gente
Um involucro …Uma fachada
A imagem alucinante
Da secreta verdade
Duma alma enclausurada
Sem espaço…sem ar…
Ambicionando a liberdade

Liberdade…Para voar…Viver!
Ser o EU!…O Ser
Transparente…
…Mulher!
Assumida…Encorajada!
Nada esconder…
Simplesmente…Ser!
*Conceição Carraça*

**CATÁSTROFE**
Peço ao tempo…Que me dê tempo
Para sarar esta ferida
Este intenso sangramento
Que teima levar-me a vida

Sofrimento!...No coração
A alma triste … Abatida
Uma dor forte … Ativa
O acordar do vulcão
Uma explosão de larva viva
Galgando a íngreme descida
Deixando a destruição
Na montanha adormecida

O verde de ontem…Hoje é cinza
A alegria…Tristeza
Talvez um dia…Com o tempo
Recupere sua beleza…
E outras vidas virão
Quem sabe…Mais belas ainda
Só o tempo!... O dirá
Mas a que outrora existia…
Essa!…Jamais renascerá
*Conceição Carraça*

**Se um dia…**
Se um dia ao acordares,
não sentires desejo,
de me abraçar,
é porque o amor que sentias,
chegou ao fim…
não me poupes, nem me detenhas
dá-me asas p’ra voar,
prefiro sofrer e chorar,
do que ter ao meu lado,
quem tenha pena de mim…

se um dia ao me olhares,
não sentires o coração vibrar
e vires no meu rosto,
alguém que não sou eu,
é porque o encantamento morreu
e deixaste de me amar…

se um dia, a minha ausência,
for refrigero ao teu coração
e a minha imagem se desvanecer,
não deixes o carinho e amizade morrer
e dar lugar à compaixão…

olha bem fundo os meus olhos
e naquilo que sobrou,
rega com respeito a ternura,
perfuma com a verdade a amargura
a quem tanto te amou…
*Teresa Costa*

**Janela...**
Pela janela entre aberta espero-te
lendo os meus poemas de palavras inquietas
debruçado nas linhas desbotadas e ociosas,
eu contando as horas que passam sem pressa.

Ansioso folheio o meu caderno já todo amassado
onde os meus poemas ainda adormecem
nas linhas de um papel amarelado do tempo moroso
e você não vem nada de você passar.

De repente, desvio a minha atenção
e observo as pessoas que passam as pressas
é gente levando a vida, outros deixando-se levar. 
Gente que como eu ansiosos ficam na janela a espera
e outros que a muito já desistiram de esperar.

Meu coração acelerado pela angustia da espera
faz com que meus olhos te busquem em cada pessoa
e te caço em cada olhar que cruza com o meu
mas eu não te reconheço em nenhum deles...
Já anoitece e nada de eu te ver e desisto tristonho
com uma única certeza em meu peito esperançoso
Amanhã, eu estarei novamente na janela a te esperar.
*_Joe Luigi*

**Por você**
Já fiquei triste e já chorei
Caminhei deixando rastro na areia
Como Ìcaro sonhei ter asas, me fiz anjo
E voei tão alto que até toquei o céu.
Por você
Me senti homem e menino arteiro
Fiz coisas que não imaginei fazer
Caminhei descalço na chuva forte
Conversei com o vento e te gritei.
Por você
Eu desejei apagar a luz da lua
Esconder as estrelas e dormir nas nuvens
Abraçadinho contigo sentindo o teu calor.
Por você
Eu fiz mil e uma loucura tentando
Provar para ti o meu amor.
*Joe Luigi*

**Toma-me...**
Toca-me na lembrança...
Sob esta vidraça molhada pela chuva...
E esta saudade constante... Em pedaços...
Sem palavras... Nem murmúrios...

Debruço-me na janela lanço-me nas caricaturas
Dos pingos que escorrem... Inquieta...
Na mesma paisagem... Viajo
Numa estrela qual um devaneio, uma fantasia...

Toma-me...
Embriaga-me com tuas palavras...
Mostra-me todos os mistérios de
Teu corpo... E do teu coração...
Faz do meu corpo abrigo do teu...
Faz-me terra... Sedenta de sol e ar...
Toma-me amor... Toma-me!
*celina vasques*

**SONHO IMPOSSÍVEL...**
Eu escrevo páginas cheias de amor
palavras que traduzem a paixão que eu
sinto por ti...
Mas, o meu amor é um sonho impossível
suporto as dores...
insuportáveis...
quero alcançar a estrela inalcançável!

Quanto mais eu conheço
teus mistérios maior é a armadilha
deste amor
às vezes penso em desistir...mas
basta um sorriso teu para tudo recomeçar
e volto a rabiscar
poemas...canções...e a sonhar!

Ao te ver já estremeço e
nem encontro palavras para
descrever o que sinto
chego ao céu se penso em te tocar...
Tu, és o meu erro incorrigível
minha busca por ti é muito grande
não importa quão distante ...

Muitas tempestades...muitas lágrimas...
mil vezes quis voar na madrugada até o fim do
dia e a noite chegar
para sonhar todos os dias este momento irreal!

Sem esperanças eu vou seguindo sonhando...
não quero despertar!
*celina vasques*

**QUERO UM MAR DE AMOR**
Quero navegar em um mar de amor.
Conhecer um horizonte lindo,
onde o céu azul
e o infinito amar se fundem.
Quero navegar em um mar de amor,
com ondas calmas de ternura,
sem tristezas por saudades,
pois de mim já se foi a solidão.
Mar de amor é assim,
com brisa leve de carinho
e ventos fortes de paixão.
Nas águas feito cristal,
quero soltar as amarras
deixar levar minh’alma sem rumo,
em busca de aventuras e sensações.
Sob nuvens brancas,
navegando em meus pensamentos,
com todo amor que transborda em mim,
quero sonhar todos os sonhos
e acreditar que são verdadeiros.
Quero um mar imenso em olhar
a acalmar a emoção,
que invade o meu coração
de renovadas esperanças.
Quero um mar de amor.
*Lenilce Azevedo*

**Algo dentro de mim se quebrou,**
se espatifou como frágeis cristais...
Talvez a pureza, talvez a inocência,
talvez até a própria crença...
Só sei que algo se quebrou,
se partiu e se quedou
como cristais da ilusão
na barca da fé e gratidão...
Como baralho na mão
peguei os ases da fantasia
que me esconderam os curingas
do cristal espatifado...
Algo de dentro se partiu
na sincronia alucinada
de uma voz que parou de gritar...
Frágeis cristais do coração
que se espalharam na ventania...
Algo se quebrou dentro de mim,
nas entranhas dos poros
que suaram o sangue da redenção...
Cacos espalhados pelo ar
rarefeito da vida que corre
e galopa de encontro ao abismo
da verdade exterior ao que sou...
Algo se quedou...

Na fúria insana do desamor
permeando como a rede
que se balança no ar
o estupro da esperança...
Morrer para renascer
assim como a fênix
na liberdade do vôo
de alcançar os céus...
Algo se quebrou
e com asas endurecidas
sobrevôo os castelos
que um dia de areia foram...
Asas partidas da dor
que se tornaram paradigmas
da tristeza do que se espatifou...
Algo se partiu em mim...
E hoje ergo um brinde
em nome da mágoa e do ressentimento...
Bebidas amargas!
Algo se espatifou em mim...
*carlatorrini*

** "NADA do que acontece na Vida é em vão!**
TUDO segue um perfeito Plano Superior!
As linhas do destino são escritas a punho por cada um,
Só não percebe quem está distraído e envolvido pelo ego!

Porque Deus, em sua infinita bondade, reconhece e aceita a fragilidade Humana...
Mas não pode fazer nada por alguém que não reconhece as próprias fraquezas e abafa as qualidades em nome da vaidade!
Desfaça-se das armas do ego,
E SINTA a ESSÊNCIA que vive em Você!"
*~ Gênice Suavi.*

**EU DESEJO...**
“Encontrei uma Lâmpada Mágica, e dentro dela um Gênio, que me concedeu 03 Desejos, ele disse:

- Eu lhe concedo 03 Desejos, não para você, mas para alguém! E um 4º. Desejo se realizará se os três primeiros forem cumpridos!
Eu aceitei, e fiz os meus pedidos pra VOCÊ!

1 – Eu desejo, que você seja inspirado (a) e intuído (a) nesse dia, para dizer o que precisa ser dito, e que você tenha humildade e discernimento, para ouvir, o que precisa ouvir!

2 – Eu desejo, que o (a) Guerreiro (a) que existe em você encontre as “armas” necessárias para travar a “boa batalha” e vencer neste dia!

3 – Eu desejo, que o seu coração tenha PAZ, a sua mente tenha CLAREZA, e a sua alma se expresse com a NOBREZA que está em seu Espírito!
E que os seus olhos sempre mantenham o brilho, a beleza e a ternura inconfundíveis!

Então disse o Gênio – Ao se realizarem estes desejos, eu concedo a esta Pessoa um 4º. Desejo: Todas as noites ela terá bons sonhos, um sono restaurador,
 com encontros e reencontros astrais, para lhe guiar todos os dias de sua Vida!

Esfreguei a Lâmpada, e ele disse: SEU DESEJO É UMA ORDEM... ASSIM SERÁ!”
*~ Gênice Suavi.*