Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!

Só Poesias: A Lua

A Lua Apaixonou-se por uma estrela. Desta vez, É uma a história verdadeira em que a minha Lua Apaixona-se pelo teu Sol.

**A Lua**
Apaixonou-se por uma estrela.

Não com o astro-rei
Naquela história de amor impossível
Em que as noites do Sol e os dias da Lua
São marcados por paixão sem nunca se tocarem
Nas madrugadas em que sonham com todas
As manhãs de desejo.

Desta vez,
É uma a história verdadeira em que a minha Lua
Apaixona-se pelo teu Sol.

(e é tão real....tão real.....
Como os sonhos de carne viva...)

VIVA!!!
Para quem vive o AMOR!!

Este amor torna os dias em chocolate
E as noites são tão doces que saboreiam-se
Estrelas sem estrelas na boca.

.....e quando penso em bocas....
Imagino o meu luar enlouquecer no Céu
Da tua boca sempre que se queima
Com os teus lábios de fogo tão incandescentes
Como um cometa ou uma estrela cadente.

(o amor é mesmo fogo. FOGO!!!!)

A Lua
Apaixonou-se por uma estrela.

(Minha fonte de vida na Terra,
Meu corpo solar,
Minha luz, meu brilho,
Meu calor, minha chama,
O motivo para o meu mundo girar)
*RP /ROGÉRIO CARREIRA*

**Carrego nos ombros**
A semente dos horizontes sonhados
Que planto no céu;

Nos olhos
Trago a água da esperança
Da qual a sua transparência
Reflecte, tanto, a tristeza que se repete
Como as viagens sucessivas de uma lágrima
Sobre a terra do meu rosto e que revela o sonho
De, um dia, tornar-se sorriso;

No peito,
A Lua que levo no coração
É luar de amor, de desejo e de paixão
Que acende as flores de sentimento
Sempre que se roçam, umas nas outras,
Quando o amor floresce como a melhor estação;

Na alma
Tenho duas asas soldadas a uma luz
Que ilumina o meu voo e direcciona-o
Para aqueles horizontes sonhados que planto
No céu sempre que uma flor tem a cor do amor.
*RP/ROGERIO CARREIRA*

**UM PEDIDO**
Sonha de novo comigo!
Sente a tua pele na minha
Num abraço...O meu calor
A doçura do meu beijo
Da entrega... O sabor!

Sonha de novo comigo!
Na noite que se avizinha
Sonha amor!
Satisfaz o desejo
Enquanto o corpo dorme
Nesse leito que é teu
O espírito some!...
Vem ao encontro do meu

Sem controle, nem travão
É livre o pensamento

Inquebrável a união
É nobre o sentimento!
Alegria para o coração...
Para alma!...Sustento!

Ouço o teu nome...
...Bate forte o coração...

Recordo cada segundo
Sonho-te constantemente
És o meu mundo
Sinto-te presente
És parte do meu Ser
Bem mais que um amigo...
...Um pedaço de mim!
Preciso-te!... Para viver...
Sonha de novo, comigo!
*Conceição Carraça*

**MELANCOLIA**
O céu desbotado...Sem cor
Lacrimeja envergonhado...
Nem o sol apareceu
Um dia desconsolado...
Como eu!...
Perdida na confusão
Das memorias que guardo
no mais íntimo e profundo
da essência do meu Ser
Ponto fulcral da dor

Estou ausente!
Fora do Mundo
Longe de tudo
Noite ou dia
Frio ou calor
É indiferente!...

Tudo se foi...

A alegria
O fulgor
a magia
O sorriso rasgado
A boa disposição
Os sonhos...
...A ilusão...
Tudo morreu!

Tudo!... Menos Eu!
*Conceição Carraça*

**Ainda a pouco**
Ainda a pouco, você estava aqui ao meu lado
como um Sol particular tão meu iluminado
os meus dias.
E eu imensamente feliz,
chego acreditar num amor bonito
que eu amo viver.
Talvez por ingenuidade não sei!
mas eu amo amar você
e me entrego por inteiro a este amor.
Faço você, única em meus loucos sonhos
pois eu te amo muito, eu te amo demais.
...Você, meu amor saiba que:
te farei sentir amada como nunca sentiu.
Te quero da forma que vier
Você não tem que ser perfeita ao eu ver,
mas eu te quero em meu mundo porque
és parte de meu Eu.
*Joe Luigi*

**se as lágrimas fossem vento, **
levavam o meu lamento,
para longe do meu olhar

se as lágrimas fossem perolas,
com o brilho das estrelas,
deixavam o sol brilhar..

se as lágrimas fossem pão,
eu faria uma canção,
repleta de emoção,
p'a matar a fome,
a quem não come,
ao acordar...

se as lágrimas fossem gente,
abraçaria de repente,
um Ser Humano, qualquer,
p'ra me sentir mais mulher,
e aquecer outros braços,
que vivem sem ter abraços,
cansados de esperar...

se as lágrimas fossem doces,
ia oferecê-las ao mar,
porque um mar adocicado,
espalhava por todo lado,
em vez de um gosto salgado,
apenas em sal, conjugado,
a doçura do verbo,
( A) mar...

num diferente,
conjugar...

quem dera pudessem ser tudo,
menos olhos a chorar....
*rosamar*

**Adoro. voar**
Adoro...
Que faça-me sonhar.
Voar... Desejar ..
Mergulhar sentindo-te em mim.
Pertencer-me
somente a ti.
Nas palavras perfumadas
Das poesias declaradas.
A cada traço.
Do sorriso meu.
.
Adoro...
Pernoitar nos espaços.
Quando me encontro
nos encantos.
Amando-te.
.
Vislumbrando as ilusões
Apenas sentidas .
Que recusa -se
a ceder lugar pra solidão.
.
Que precisa do contentamento
Enxergar-te além dos ventos.
E fazer-te parar de respirar
.
Eu ... Me adoro
Quando estou amando ...
*Poetisa Sandra Pires*

**Ainda se nota a tua presença aqui!**
Aqui por entre os meus dedos
onde agora assobia o vento
Aqui pelo meio da pele à míngua
da tua ternura

Ainda se nota a sua presença aqui!
Nos gestos que ritmadamente
faço para te encontrar
nas palavras que estupidamente
lanço contra a parede
para ver se me ouves
quando tu nem sequer andas por aqui

ainda se nota a tua presença aqui!
No cheiro dos lençóis ao perfume
que neles deixaste
na humidade da tua pele suada contra a minha
no palpitar dos sonhos que deixámos por cumprir
No cheiro a orvalho que me ficou na memória
nos ruídos que vinham lá de fora
enquanto a gente se amava

Ainda se nota a tua presença aqui!
Em tudo que deixaste intacto
em tudo o que eu deixei de viver
para te amar só a ti
a mais ninguém senão a ti...
...até hoje, meu amor...até hoje!...
*são reis*

**Entre o sono e a raiva adormecida**
há quem ainda consiga
vislumbrar de um só relance
aquela centelha de luz
aquele instante
entre a distância e a chance
de se ver alguém por dentro da íris

Entre a lâmina aguçada
de uma saudade
e a vértebra quebrada
que atravessa os homens de boa vontade
há quem resista
e insista em te olhar por dentro
onde guardas os tesouros
que não mostras a ninguém

E ei aqui do alto da minha simplicidade
em alto e bom som te digo
em nua e crua verdade
que não há olhos como os teus
E eu não consigo
afastar os meus dos teus!
*são reis*

**A ARTE DE VIVER BEM**
A Vida é uma tela de arte pintada
Com vários matizes de uma aquarela
Deixando minha alma plena e saciada
Para contemplar como a Vida é bela.

Viver bem é enfrentar os desafios
Que fazem parte da minha história
Deleitar-me com sonhos luzidios
Guardados com carinho na memória.

Viver bem é deslumbrar o horizonte
Decifrando os sinais da natureza
Bebendo o saber que jorra da fonte
A minha mente agirá com clareza.

Viver bem é entender a alteridade
Tendo uma nova visão do universo
Nortear meu senso com habilidade
E na teia cósmica ficar imerso.

Que não cesse a vontade de viver
Até chegar minha hora derradeira
Na Vida só esperança quero ter
Ser forte como a seiva da videira.
*Neneca Barbosa*

**Gosto de flores**
De pessoas que exalam perfume ao sorrir
Paisagens
Crianças e sinceridade.
Idosos e sabedoria.
Gosto da simplicidade
Amizades que tocam a alma
Entendem um olhar
Acariciam sem tocar
Gosto de brincar com as palavras
Transformando-as em sentimentos
Formas e figuras
Que traduzem mais do que lamentos
Gosto de sentir, sorrir...
Falar, conhecer, amar!
Mesmo que ninguém entenda!
Gosto do que me prenda
Permitindo-me seguir...
Vida livre!
Pensamento solto...
Absorto e distraído
Descuidado...
Contemplativo.
Gosto de tudo o que traduz afeto
Sentimento dileto
Que conduz ao incerto
Falsa segurança
Perdas e lembranças
Gosto de VIVER!
*Wanderlúcia Welerson Sott Meyer*

**DA-ME UM ABRAÇO**
Dá-me um abraço que seja quente
Aquele abraço que aquece o coração
Que adentra na alma da gente
Um abraço que tenha vida
Pleno de amor e carinho
Que demonstre que sou querida
Mas um abraço pleno e sentido
Prenhe de amor é o meu pedido
Vê que não te peço...antes um beijo
Já que esse desejo não é urgente
Quero o abraço que é mais premente
Porque a minha alma sem o teu amor
Perdeu o brilho, escureceu, anda doente
Esse abraço é o raio de sol que mais ensejo
* Catarina Pinto Bastos*

**"Sou a que protege sem ser protegida**
A que tudo ve e ninguém olha
A que se faz presente na ausência
Sou a pele blindada ...O corpo fechado
A que tem magia...Raiz aérea
Do verbo sou o ser...
Do sujeito sou o oculto
Das retas sou a curva...
Indivisível... a que é finita
o olhar do infinito
Perfume de maresia
Sou o perdão sem culpa
A culpa do mundo
Do universo sou o verso
A inacabada poesia...
Sou a lágrima que escorre do rio
O pranto da cachoeira
Sou minguante quando cheia
Sou brilhante na escuridão
E mesmo rasa sou profunda...
Inferno do seu céu
As asas que te tiram do chão
O desejo e a luxúria
O tão sonhado beijo...
O pecado mais sagrado
Sou eu...Um ser encantado"
*Dina Isserlin*

**Amo-te sem razão**
sem porquês
só por sentir você,
Amo-te assim...simplesmente,
sem contrastes...sem vertentes,
Pq vi no teu olhar uma certa possibilidade,
Pq vc exala a tua verdade,
Amo-te na emoção,..coração,
na calada do tesão...
Amo-te na linha tênue do equilíbrio,
no vacilo do desvario, da insanidade...
Amo-te na fragilidade,
sei que vou te amar na saudade...
Amo-te na fortaleza do meu eu
na imensidão dos sonhos teus,
no aconchego dos teus braços,
e também no auge do teu cansaço...
Amo-te pq...não sem bem dizer..
Amo-te sem ao menos perceber
que sem ti não sei viver...

Apenas amo-te...
*Verinha Fagundes...*

**EFEITOS DE UM ABRAÇO**
Gesto nobre de carinho
Mãos que tocam a alma
Calor que arde no peito
Silêncio que me acalma

Na solidão é multidão
Palavras são dispensadas
Ato inconfundível de compaixão
Lenço que secam as lágrimas

No barulho sem vozes
O abraço é mil palavras
No peito um jardim de flores
Que desaguam em montanhas

Não há amor mais expressivo
Não há prazer sem confiança
Tudo é paz eu confesso
Belos efeitos de um abraço.
*.Dmaia.*

**DESASSOMBROS (II)**
Uma sombra me invade

visto-a…

… mas não é que de repente,

ela se pensa em mim feito gente?
Acendo todas as luzes
chamo o Sol urgente
amanheço
… e onde
nada se esclarece
amplio o sonho
espanto o medo
desassombro
a devolvo ao tudo ...
.. me humanizo em tempo.
*Carmen Silvia Presotto*

"Lutar contra os seus sentimentos é pedir pra sofrer!
Quando você abafa a sua Essência, sufoca a Alma,
O coração aperta,
E a mente confunde, porque ela busca uma razão para tudo...
Mas como explicar o que se sente?
Impossível...
É preciso vivenciar!"
*Gênice Suavi*

*MUNDO DA POESIA*
BLOG MARIA CATHERINE RABELLO

TODAS  AS EDIÇÕES:
http://www.jornaldacidadeonline.com.br/blogs/17/maria-catherine-rabello

Mais de Maria Catherine Rabello

Comentários

Notícias relacionadas

loading...