João Henrique de Miranda Sá

Jornalista, escritor e redator autônomo

Assim Caminha a Humanidade - não te quero mais!

Não mais!

O Brasil todo comemora o sumiço do PT do cenário político, nas eleições municipais de 2016.

Particularmente acho que tal e qual prejuízo, um único petista eleito é muito.

Não estou satisfeito, não poderia estar.

Não se comemora tal coisa.

Infelizmente, ter passado por tudo o que passamos desde o surgimento do Partido dos Trabalhadores, engodo que é, custou caro demais a cada contribuinte, a cada eleitor.

Não há o que comemorar, senão aprender.

Aprender que nem tudo que reluz é ouro, nem todo aquele que se vitimiza é de fato vítima.

Aliás, acabo de ver uma cena triste de um colega petista agonizando numa vitimização constrangedora no feed do Facebook, nauseante. Como ver indivíduo bêbado caído à sarjeta com um cão sarnento a lamber sua boca... deprimente, constrangedor.

Não tenho pena dessa gente e nem de ninguém.

Acho o cúmulo que, diante de todas as provas, ainda haja cinismo, ingenuidade ou deficiência cognitiva, que sustente a defesa do PT, de sua história e trajetória.

O Partido dos Trabalhadores sempre será uma mácula na história do povo brasileiro. Povo que componho. Mácula com a qual temos de aprender a conviver tal e qual o indivíduo que corrige mau hábito convive com a consequência de seus maus atos.

Não há o que comemorar, repito:

Tal e qual prejuízo, um único petista eleito é demais. 

João Henrique de Miranda Sá é jornalista e redator autônomo; escritor, autor de Memórias do Menino Que Pedalava
[email protected]
67.98126-4663

Mais de João Henrique de Miranda Sá

Comentários

Notícias relacionadas

loading...