ONU não vê relevância em caso de Lula

A queixa formal apresentada à ONU pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não será analisada pelo Comitê de Direitos Humanos da entidade, que se reúne em Genebra a partir de 18 de outubro.

As tais denúncias de Lula sobre um suposto ‘abuso de poder’ praticado pelo juiz Sérgio Moro e procuradores da Operação Lava Jato, foram simplesmente ignoradas e engavetadas para análise em outra data, possivelmente somente em 2017 ou 2018.

O Comitê desconsiderou uma eventual urgência ou relevância no caso do ex-presidente brasileiro.

Noutras palavras, a ONU não deu a mínima para Lula.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Internacional

loading...