Desastre e dor selam a irmandade entre brasileiros e colombianos

A demonstração de grandeza do povo colombiano foi reconfortante.

Que coisa linda, emocionante e, fundamentalmente, espontânea, vinda de dentro dos corações das pessoas, dos nossos irmãos.

Sem dúvida que doravante, brasileiros e colombianos terão uma relação muito mais forte.

A homenagem em Medellín foi apoteótica. Faixas e bandeiras de apoio e nas arquibancadas lotadas por 45 mil pessoas, o grito ecoava ‘Força Chapê’.

Velas e celulares iluminavam a vigília. As pombas e os balões representando as vítimas ganhavam os ares.

Uma homenagem inesquecível.

O gesto de agradecimento e retribuição da irmandade brotada na dor, foi instantâneo.

O prefeito de Chapecó discursou no velório com a camisa do Atlético Nacional.

As páginas do Atlético Nacional foram invadidas por brasileiros declarando o seu amor pelo clube.

Tudo feito com muita sinceridade, muito amor e, acima de tudo, solidariedade.

É o que posso dizer, foi o que senti.

Terminei o texto!

Chamem a mãe do Danilo para enxugar as minhas lágrimas.

Força Chape!

Amanda Acosta

[email protected]

da Redação

Comentários

Mais em Tema Livre

loading...