Redes Sociais:

Justiça nega HC e Adriana terá que continuar na cela de 6 metros quadrados



A Justiça negou o primeiro habeas corpus proposto pela defesa da ex-primeira dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo.

A decisão foi do desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região.

‘Lourdinha’ terá que continuar utilizando a vestimenta de presidiária. [foto_direita=9079]

Aliás, diante da fundamentação exarada pelo juiz Marcelo Bretas para determinar a prisão preventiva, Adriana Ancelmo dificilmente sairá da cadeia tão cedo.

A defesa pediu alternativamente que Adriana fique em prisão domiciliar, já que tem filhos de 10 e 14 anos. O magistrado discordou também de tal pleito e sustentou a necessidade de mantê-la presa, atrás das grades.

Ela está no presídio Joaquim Ferreira, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, numa cela de 6 metros quadrados, a apenas 150 metros de distância do marido, o ex-governador Sérgio Cabral Filho.

O abominável esquema criminoso, envolvendo empreiteiras bancou uma vida de luxo e perdulária para Cabral, Adriana e outros envolvidos.

Debocharam do povo brasileiro.

da Redação