Mesmo condenada, viúva da Mega-Sena consegue novamente a liberdade

Condenada a 20 anos de prisão pela morte de Reneé Senna, que em 2005 ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena, a ‘Égua Loura’ Adriana Ferreira Almeida, que saiu presa do Tribunal do Juri no último dia 13, foi novamente colocada em liberdade pelo mesmo juiz que determinou sua prisão, Pedro Amorim Gotlib Pilderwasser, titular da 2ª Vara Criminal de Rio Bonito (RJ).

A defesa de Adriana requereu a reconsideração do juiz com relação à prisão da condenada, alegando que Adriana possui endereço fixo e que sua permanência fora da cadeia não atrapalharia a apuração criminal que já foi encerrada, podendo ela aguardar o resultado do recurso em liberdade.

O juiz determinou prisão domiciliar e decidiu que Adriana terá que comparecer mensalmente ao juízo, está proibida de ter contato com a família da vítima e com testemunhas de acusação.

Não pode ainda deixar a comarca de Cachoeira de Macacu, onde mora, e terá que usar tornozeleira eletrônica.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Policia

loading...