Morte brutal de policial causa revolta nas redes sociais

Na cidade de São Gabriel (RS) a morte do policial militar Bento Junior Teixeira Borges, de 36 anos, em uma briga generalizada em um posto de gasolina, causou extrema revolta nas redes sociais.

O fato de a imprensa, que noticiou o crime, ter dado maior enfoque a morte de um adolescente de 16 anos, que participava do grupo que provocou a baderna, despertou a ira dos internautas.

O maior jornal da região Sul, o Zero Hora, e a própria RBS (Rede Globo) destacaram a morte do menor João Gabriel Ferraz da Silva, vitimado com um tiro, durante a confusão.

Uma postagem da também policial militar Michele Vargas, esclarece que o grupo de jovens, incluindo este que também foi morto, cercava uma menina no banheiro e agredia o seu namorado. Ela critica o tratamento dado pela imprensa ao caso e afirma que o colega foi ‘executado’.

O policial assassinado foi atacado pelo grupo e atingido com inúmeros golpes de facão, que o deixaram desfigurado, obrigando o caixão a permanecer lacrado durante o velório.

Bento Junior era pai de uma criança de dois anos, formado em direito e extremamente benquisto na cidade, tido como bom policial e uma pessoa do bem.

da Redação

Comentários

Mais em Policia

loading...