Redes Sociais:

Desembargadora afastada por ligação com a FDN recebe salário normal e com ‘penduricalhos’



Enquanto essa benevolência corporativista persistir, fica difícil propor reformas ao cidadão comum.

Um claro exemplo é a desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas, Encarnação das Graças Salgado, afastada do cargo por suspeita de ligação com a facção criminosa Família do Norte (FDN) e que continua recebendo seu salários com os devidos e ultrajantes ‘penduricalhos’, o que tem engordado todos os meses os seus vencimentos, ficando sempre acima do teto constitucional.

A magistrada é investigada pela Polícia Federal na Operação La Muralla 2 e foi afastada de suas funções por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

A desembargadora é acusada do recebimento de propinas em troca de decisões favoráveis a integrantes da FDN, a facção criminosa que arranca a cabeça e os braços dos rivais.

Sua suspensão do cargo estipulada para o prazo de seis meses, acaba de ser renovada por mais seis meses, mas o salário certamente estará na conta.

Ao final, caso comprovada sua culpabilidade, deverá ser aposentada com os vencimentos integrais.

Um absurdo!

da Redação