Banco Safra caiu em ‘arapuca’ armada pela Andrade Gutierrez

Em 2013 a construtora Andrade Gutierrez lançou títulos no mercado de valores mobiliários.

O Safra investiu 500 milhões de dólares na papelada.

A construtora obviamente omitiu o esquema de cartel que estava em curso.

Com a Lava Jato, a coisa despencou.

O banco entende que foi lesado, pois a sonegação de informações por parte da empresa brasileira, não permitiu que avaliasse corretamente a conjuntura.

Diante disso, o Safra já propôs na Justiça americana um processo contra a Andrade Gutierrez e os executivos que operacionalizaram a negociação, Otávio de Azevedo e Leandro de Aguiar.

O banco quer ser indenizado pelos prejuízos havidos e um dos argumentos é de que o CEO da empresa foi o delator do esquema de corrupção.

O grande problema para a empreiteira é que tal ação pode ter efeito dominó e desencadear uma verdadeira avalanche de processos semelhantes.

da Redação

Com informações: IstoÉ

Comentários

Mais em Economia

loading...