Visita de esposa na condição de advogada tem como objetivo a delação de Eike

A chegada de Flavia Sampaio na penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9), no Rio de Janeiro, na sexta-feira, dia 10 de fevereiro, surpreendeu a todos. Não era dia permitido para visita de familiares. A esposa não poderia entrar.

Entretanto, Flavia estava ali na condição de advogada. Exibiu sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil e teve a entrada autorizada.

Acompanhavam Flavia, outros dois advogados do empresário.

O casal conversou utilizando o parlatório.

Flavia foi com o firme propósito de convencer o marido a definitivamente fazer a delação premiada e assim, cumprir o que prometeu antes de ser preso, ou seja, ‘ajudar a passar as coisas a limpo’.

Uma eventual delação do empresário poderá explicar suas ligações com o Partido dos Trabalhadores, cuja parceria resultou na alcunha de ‘empresário amigo do PT’.

Não obstante a alcunha mencionada, o empresário também teria sido auxiliado por políticos como José Sarney, Edison Lobão, Aécio Neves e, obviamente Sérgio Cabral.

A delação de Eike trará fatalmente revelações importantíssimas.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades

loading...