Cirurgia de Padilha é estratégia para aliviar Temer e manter 'foro privilegiado'

O Ministério Público Federal deve pedir brevemente abertura de inquérito para investigar o ministro Eliseu Padilha.

José Yunes, ex-assessor de Michel Temer, que pediu demissão em dezembro, disse ter sido um ‘mula’ de Padilha.

Em seu escritório de advocacia, Yunes recebeu um pacote entregue por Lucio Funaro, operador do ex-deputado Eduardo Cunha.

Possivelmente, o conteúdo do tal pacote eram R$ 4 milhões, dinheiro de propina enviado pela Odebrecht.

O caso promete novos episódios bombásticos.

Padilha deixa o governo alegando problemas de saúde. É tudo combinado.

Fica fora do ministério, alivia para Michel Temer e, licenciado, não perde o ‘foro privilegiado.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...