Juiz que condenou Beira-Mar se diz saturado pela hipocrisia da Justiça e pede aposentadoria

O maior algoz dos traficantes em todos os tempos, condenou mais de 200, o juiz federal Odilon de Oliveira, famoso também por suas penas pesadíssimas, acaba de pedir a contagem de seu tempo de serviço com o objetivo de requerer a aposentadoria.

Em seu perfil no facebook, o magistrado deu a seguinte explicação: ‘Hoje, 23 de fevereiro, completo 30 anos como juiz federal, e hoje mesmo, saturado pela hipocrisia da justiça penal brasileira, pedi ao Tribunal a contagem de meu tempo de serviço para requerer aposentadoria. Dezoito desses 30 anos, ou seja, 2/3 com escolta policial dentro de casa. Embora tenha causado enorme constrangimento para nossa família, ainda não me arrependi de nada. Na terra, cada vida tem um propósito divino’. 

Odilon de Oliveira foi também o juiz prolator da sentença que condenou o traficante Fernandinho Beira-Mar.

Por sua extrema coragem, o juiz sempre viveu uma vida reclusa, refém de um poderoso esquema de segurança.

Certa feita uma investigação revelou que sua cabeça estava a prêmio no mundo do crime por um R$ 1 milhão, dai em diante, passou a andar com escolta, carro blindado e sem direito a qualquer privacidade. Dentro de sua própria casa, sempre conviveu com policiais armados 24 horas por dia.

Por outro lado, diante da anunciada aposentadoria, cogita-se uma eventual candidatura no próximo pleito eleitoral.

Vamos aguardar.

Lívia Martins

[email protected]

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades

loading...