TSE, um tribunal caríssimo e inerte

A grande pergunta que não quer calar: para que serve o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se, quase três anos depois, seus ministros ainda não têm prazo para julgar se a chapa vencedora fraudou ou não a eleição?

O TSE é um órgão caríssimo do Poder Judiciário e tem centenas de milhares de funcionários em Brasília e nos Tribunais Regionais espalhados em todo o Brasil.

Por que nunca conseguem julgar um caso ainda no primeiro ano de mandato?

Devemos considerar: atrasar e/ou não julgar um CRIME é CRIME bem maior.

Como já disse a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, ‘Justiça lenta não é Justiça’.

Segue o lamaçal na #BananeiraJeitinho...

Helder Caldeira

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...