Ciro torce para que Lula fique inelegível e seja preso

O ex-ministro Ciro Gomes no cenário político nacional passou do tempo, perdeu o fio da meada, deixou de ser visto como uma pessoa séria.

Porém, Ciro não é um ignorante político, tem carisma e fala bem. O seu problema é o exagerado destempero, o comportamento tresloucado e a instabilidade política.

Já passeou por uma infinidade de agremiações partidárias. Iniciou no extinto PDS (sucessor da Arena), trocando a legenda pelo PMDB. Depois participou da fundação do PSDB e, como tucano, elegeu-se governador do Ceará.

Deixou o ninho do PSDB para ser candidato a presidente pelo PPS (antigo PCB) em duas oportunidades (1998 e 2002). Depois do PPS, ainda passou pelo PSB, para finalmente filiar-se ao PDT, seu atual partido, onde pretende ser novamente candidato em 2018.

Ciro entende que com uma eventual inelegibilidade de Lula, tem condições de ser a opção dos petistas no próximo pleito.

Apoiado ou não pelo PT, o serelepe ‘cearense’ de ‘Pindamonhangaba’, acha que uma eventual prisão de Lula pode ser o grande mote de sua campanha.

Assim, o discurso é por Lula, mas o sentimento é de que o ex-presidente caia logo nas mãos de Sérgio Moro.

De qualquer forma, Ciro é instável e não tem mais credibilidade. 

Gonçalo Mendes Neto

[email protected]

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...