Chanceler venezuelana destila ódio contra o Brasil sem o PT

Delcy Rodrigues, ministra das Relações Exteriores da Venezuela, ainda não engoliu o posicionamento firme do então chanceler brasileiro José Serra, logo no início do governo Temer, contra a permanência do país vizinho no Mercosul, que acabou ganhando a adesão dos demais países componentes do grupo.

Certa feita, mesmo com a decisão fechada e definida em torno da saída da Venezuela, a chanceler de Maduro, sem ser convidada, compareceu a uma reunião em Buenos Aires. Foi vexatoriamente ‘expulsa’.

E isto ela não perdoa. Odeia José Serra, odeia o Brasil sem o PT no governo.

Esta semana Delcy Rodrigues voltou a atacar: ‘Hoje devemos dizer que o Brasil é uma vergonha mundial. Todos os dias seus políticos se envolvem em escândalos desde o momento em que eles realizaram um golpe contra Dilma Rousseff’', asseverou a venezuelana.

Não satisfeita, ela ainda destilou ódio contra o Peru, chamando o presidente Pedro Pablo Kuczynski de ‘covarde’ e ‘cachorro simpático’.

A mulher é uma verdadeira metralhadora giratória, sem qualquer capacidade de ‘enxergar o próprio umbigo’.

Vive num modelo insano de ditadura, que está impondo um lamentável sofrimento a seu povo e não se toca.

Até quando os venezuelanos suportarão esse martírio que ora vivem e a insanidade de sua ditas autoridades?

Pobre Venezuela...

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Internacional

loading...