Pezão terá o mesmo destino que Cabral

O atual governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, foi participe efetivo de tudo o que o ex-governador Sérgio Cabral Filho aprontou.

Disso, não há a menor dúvida. Pezão só permanece em liberdade porque tem mandato e, em consequência, ‘foro privilegiado’.

É tão envolvido em falcatruas quanto o seu antecessor.

Nesta sexta-feira (10), o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa confirmou ao juiz Sérgio Moro que Pezão estava junto com Cabral na reunião no Palácio da Guanabara, quando Cabral pediu ajuda para arrecadar R$ 30 milhões para a campanha de 2010.

Trata-se de apenas um fato, outros brevemente virão à tona.

Pezão sempre esteve junto com Cabral. Foi parceiro, companheiro e cúmplice.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...