No dia da mulher, Rosângela Moro mostrou ao Brasil o mundo que Michel não conhece

Dois mundos: enquanto o presidente Michel Temer exercitava o horizonte de sua compreensão sobre papel da mulher na sociedade do Século XXI, a advogada Rosângela Wolff Moro — esposa do juiz federal Sérgio Moro — dava uma surra apoteótica em Cristiano Zanin no TRF4- Tribunal Regional da 4ª Região, em Porto Alegre (RS).

Contestando minuciosamente cada ponto da queixa-crime proposta pelo advogado do passista de quadrilha Luiz Inácio da Silva — vulgo "Lula" — contra Sérgio Moro, Dra. Rosângela não deixou margem para equívocos ou interpretações alternativas — nova modinha dos magistrados brasileiros — e, por unanimidade, os desembargadores do TRF4 rejeitaram a ação.

No douto — e retrógrado — entender do excelentíssimo presidente da República, ela se sairia melhor fiscalizando preços de bananas e tomates no supermercado.

Mas, a ilustre Sra. Moro decidiu tornar-se uma magnífica advogada. Bom para o Brasil, péssimo para Temer.

São dois mundos: decrepitude e levante.

#NãoFoiGafe

Helder Caldeira

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades

loading...