Redes Sociais:

Bruno Fernandes e a completa inversão de valores



A foto retrata o horror. O covarde criminoso servindo de exemplo para as nossas crianças.

Qual o exemplo que Bruno retrata?

É apenas um ‘pobre coitado’, sem futuro, que por força de um talento acabou dando sorte e se enriquecendo como jogador de futebol. Nada mais.

Porém, sem nenhuma estrutura familiar, embevecido pela estratosférica conta bancária, achou que podia tudo, inclusive matar cruelmente a mãe do seu filho, a mulher que resistiu a sua pressão insana e não o abortou.

Bruno é filho de Sandra, a mãe em 1996, quando Bruno tinha apenas 12 anos, atirou cinco vezes em uma mulher. Errou todos os tiros, mas o motivo do crime foi uma discussão após o excessivo consumo de cocaína.

O pai Murilo, já falecido, também viveu na criminalidade. Foi diversas vezes acusado de furto.

O irmão mais novo, Rogério, de apenas 20 anos, está preso.

Bruno, diz que tem o direito de reconstruir a sua vida. Sim, com certeza, mas somente depois que cumprir a integralidade de sua pena pelo assassinato de Elisa Samúdio.

De qualquer forma, não tenham dúvidas, Bruno tem a mente criminosa.

Não serve de exemplo para nada e para ninguém.

Edmundo Zanatta