Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

A culpa é toda da Polícia Federal (sqn)

1. A Polícia Federal agiu, mais uma vez, como na Operação Lava-Jato, sem pensar nos mais altos interesses nacionais, e é a única culpada por a China suspender a importação de carne brasileira, e a Europa estar em vias de fazer o mesmo.

A PF devia pesar as consequências dos seus atos, ainda mais neste momento em que o país começa a se recuperar da crise, e depende tanto das exportações.

Custava ter mandado um whats pro Ministro da Agricultura avisando que os frigoríficos estavam subornando funcionários públicos (até com asinha de frango!) e vendendo carne podre maquiada com ácido ascórbico? Ou uma mensagem inbox pelo feice?

Tinha que ser em público, em voz alta, nesse espetáculo midiático?

Custava ter ligado pro Tony Ramos, pro Roberto Carlos e pra Fátima Bernardes e se informado melhor? Esse povo da PF confia mais num reles exame de DNA - que hoje se faz em qualquer esquina - que no Tony Ramos! Onde vamos parar?

Já pensaram no dano ambiental causado pela carne podre que os frigoríficos agora terão que descartar, em vez de embalar a vácuo, trocar a data de validade e despachar pra Coreia, onde eles comem até cachorro?

É muita hipocrisia os órgãos ambientais estimularem a reciclagem, dizerem que isso ajuda a preservar o ecossistema, e quando um frigorífico, com a melhor das intenções, faz isso, é penalizado.

Como é que que tem gente que aplaude quem transforma pneu velho em gangorra e rolo de papel higiênico em luminária, e vem agora criticar quem transformou carcaça de frango em salsicha de peru, carne vencida em carne válida, cabeça de porco em linguiça?

Mal comparando, seria como transformar Susana Vieira em Sophie Charlotte - e neguinho ainda reclama!

2. É bonito ver os petistas que nem barata tonta, sem saber se apoiam a PF (porque, em última análise, as exportações vão cair e prejudicar o governo Temer) ou se se colocam contra ela (já que esse é o posicionamento padrão, ainda mais quando se trata de uma investigação feita quase toda durante o (des)governo da finada presidenta).

Ou será que tudo não passa de um golpe para esvaziar as manifestações dos "movimentos sociais", todas movidas a mortadela?

3. Depois do convite do presidento para que os embaixadores o acompanhassem a uma churrascaria, oremos para que a próxima operação da PF não envolva os laboratórios que produzem medicamentos contra aids e vacina contra febre amarela - ou corre-se o risco de no dia seguinte lá estarem o Temer e sua comitiva se enfiando pelados na Mata Atlântica pra transar sem camisinha.

Eduardo Affonso

Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Mais de Eduardo Affonso

Comentários

Notícias relacionadas

loading...