Henrique Guilherme

Economista, mestre em administração pública e especialista em matemática, estatística e administração de empresas. Apresentou os programas "O Patriota: A Voz da Resistência" no canal de rádio www.blogtalkradio.com/opatriota, é conservador, de direita e nerd.

José Mayer, tome vergonha e assuma sozinho os seus erros

Esse José Mayer é um verdadeiro panaca.

Sabe por que não tem movimento do homem heterossexual? Ou movimento do homem de direita? Ou coisa do tipo?

Porque nós não nos vemos como coitadinhos.

Nós somos fortes o suficiente para não precisar compartilhar castigo com ninguém. O homem não pode se fazer de coitado. É o que o José Mayer fez.

Ele passa a mão na colega da trabalho e chama ela de ‘vaca’. Quando ela denuncia, o cidadão diz que a culpa é da ‘sociedade machista’.

Ele disse: ‘Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são’.

José Mayer, se seus pais deixavam você abusar de mulheres, culpe eles. Meus pais, bem como os pais da maior parte das pessoas que eu conheço, não me ensinaram esse tipo de coisa.

Se a sua família é 'escrota', o problema é seu.

Não vá dizer que todos os pais são ruins como os seus. O homem que passa mão em mulher sem autorização e ainda chama ela de ‘vaca’ por negar as suas investidas é um cretino, um retardado, um crápula. Tomara que seja demitido e que ninguém mais o contrate.

Por passar a mão na mulher, ele não é machão. Ele é um escroto covarde e oportunista, só isso.

Se fosse macho, nem precisaria fazer isso. Se fosse macho, não estaria nessa seca que fez com que ele se projetasse na garota. Se fosse macho, teria assumido a culpa SOZINHO, já que foi SOZINHO que ele cometeu esse CRIME.

Henrique Guilherme

Mais de Henrique Guilherme

Comentários

Notícias relacionadas

loading...