Renomado jornalista que ganhou benesses de Fernando Haddad é desmascarado ao vivo (veja o vídeo)

Dimenstein é, sem dúvida, um jornalista de renome internacional, que atuou durante 28 anos no jornal ‘Folha de S.Paulo’, onde foi inclusive diretor.

Dono de uma notável carreira, recebeu inúmeros e relevantes prêmios. Um profissional premiado.

Ganhou o Prêmio Nacional de Direitos Humanos junto com Paulo de Evaristo Arns; o Prêmio Criança e Paz, do Unicef; a Menção Honrosa do Prêmio Maria Moors Cabot, da Faculdade de Jornalismo de Columbia, em Nova York; também ganhou os prêmios Esso (categoria principal) e Prêmio Jabuti, em 1993, de melhor livro de não-ficção, com a obra ‘Cidadão de Papel’, entre outros.

Gilberto Dimenstein, em 2007, foi apontado pela ‘Revista Época’ como uma das 100 figuras mais influentes do país.

Entretanto, lamentavelmente, percebe-se que na gestão do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, Dimenstein utilizou toda essa sua influência em proveito próprio, contrariando o interesse público.

Beneficiário contumaz da lei Rouanet, o jornalista usou parte da grana para instalar ‘botecos’ travestidos de locais para desenvolvimento de atividades culturais, em locais não permitidos pela legislação, em áreas eminentemente residenciais, atrapalhando o sossego e a movimentação da vizinhança.

No vídeo abaixo, Dimenstein é jocosamente desmascarado.

Assista o vídeo e tire suas próprias conclusões.

Jaqueline Lombardi

[email protected]

Comentários

Mais em Variedades

loading...