Redes Sociais:

Palocci perde a última chance que tinha de ser solto



O Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (07), negou recurso interposto e manteve preso o ex-ministro Antonio Palocci, demonstrando mais uma vez, a força da sustentação jurídica das decisões do juiz Sérgio Moro.

A decisão foi do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

A rigor, Palocci ainda tem uma pequena chance na votação do habeas corpus na 2ª turma, porém, as tais chances são apenas ‘matemáticas’, pois a decisão do relator deverá ser referendada.

Ao ex-ministro, parece que só vai restar atender os apelos da esposa, dona Margareth, e efetivar um acordo de delação premiada, que, segundo consta, já vem sendo negociado.

Vale lembrar que Palocci foi um dos ministros mais importantes, tanto no governo Lula, quanto no governo Dilma, tendo sido afastado nas duas vezes por envolvimento em práticas ilícitas.

De qualquer forma, era um homem de extrema confiança da Orcrim.

da Redação