Da cadeia, Zé Dirceu faz alerta sobre prisão de Lula e Dilma

A informação é bombástica e significa o notório esfacelamento da organização criminosa.

O ex-ministro José Dirceu, que se mantém impávido desde o ‘mensalão’, sem nunca ter dito uma linha contra o ‘chefão’, teria desta feita admitido e alertado que as delações de João Santana e Mônica Moura podem levar Lula e Dilma para a prisão.

A revelação está estampada na coluna Painel, da Folha de S. Paulo, deste sábado (08) (veja aqui).

Com o subtítulo ‘Conselhos do cárcere’, a ‘Folha’ diz: ‘Preso desde agosto de 2015, José Dirceu fez análises sobre o cenário político aos que o visitaram na cadeia recentemente. Sem traço de autopiedade, mais magro, mas com boa aparência, disse a aliados que o PT vem ignorando o risco de o ex-presidente Lula ser preso — cenário que ele considera provável, especialmente agora, com as delações do publicitário João Santana e sua mulher, Mônica Moura. Para Dirceu, Lula e Dilma Rousseff são os principais alvos da colaboração’.

O conselho de Dirceu, ainda segundo a ‘Folha’, ele teria repassado a mais de um interlocutor, é de que o PT deveria preparar, desde já, junto a movimentos sociais e grupos da sociedade civil, grandes manifestações de rua para fazer frente a qualquer investida da Justiça contra o ex-presidente.

O duro é que o fôlego da militância, sem dinheiro e sem mortadela, está no limite.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...