PT perde apoio internacional

‘É doloroso ver que o PT não pôde manter as mãos fora da caixa registradora’, são palavras de um dos ícones da esquerda no mundo, o filósofo americano Noam Chomsky.

Assim como o notável filósofo americano, parte significativa da esquerda no mundo, tem retirado o apoio ao PT e manifestado sua repulsa e indignação com a roubalheira imposta pelo partido.

Noam Chomsky além de demonstrar seu absoluto descontentamento pelos ilícitos cometidos pelo ex-presidente Lula, pede o surgimento de novas lideranças na América Latina, que tenham como marca a ‘honestidade’.

‘Espera-se forças mais honestas que, primeiro de tudo, reconheçam a necessidade de desenvolver a economia de uma maneira que tenha um alicerce mais sólido, não apenas baseado na exportação de matérias-primas e, em segundo lugar, sejam honestas o suficiente para desenvolver programas decentes sem roubar o público ao mesmo tempo’, acrescenta.

Paralelamente, no Brasil, a debandada de notáveis, decepcionados com a corrupção no PT, prossegue celeremente.

O ator Antonio Fagundes, por exemplo, declarou: ‘No PT eu não voto nunca mais. Todo mundo que votava no partido fazia isso por uma integridade que estamos vendo que não existe mais’. A psicanalista Maria Rita Khel assinala: ‘É claro que é decepcionante que Lula tenha sido delatado na Lava Jato’. ‘Fiquei muito triste. E envergonhado’, desabafa Gilson Menezes, um dos fundadores do PT. 

da Redação

Fonte: IstoÉ

http://istoe.com.br/o-desembarque/

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...