José Dirceu pode ser solto hoje, com caso de Bruno como exemplo

O perfil dos julgadores está a indicar que o ex-ministro José Dirceu será solto nesta terça-feira (25).

O habeas corpus apresentado pela defesa do petista será apreciado pela 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

Farão parte do julgamento os seguintes ministros: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Edson Fachin.

Gilmar Mendes, já antecipou o seu voto. Ele tem criticado abertamente o que chama de ‘alogandas prisões que se determinam em Curitiba’.

Dias Toffoli, de notória ligação com o PT, deve acompanhar Mendes.

Assim, restaria apenas mais um voto para que o criminoso seja colocado novamente em liberdade.

A argumentação é idêntica a utilizada pelo ministro Marco Aurélio para soltar o goleiro Bruno.

Ou seja, embora Dirceu tenha duas condenações na República de Curitiba, ainda não foi julgado em segunda instância.

Por outro lado, a Corte deve tomar cuidado, pois tal decisão pode causar uma enorme insatisfação popular, de consequências imprevisíveis.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...