Lula e Palocci eram sócios na divisão da propina, vai revelar delação

Na consulta que fez a um criminalista no dia 19 de abril, para análise da negociação de sua delação premiada, o ex-ministro Antonio Palocci abriu o jogo e revelou a sociedade de fato existente entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Um terço da propina paga durante a criação e montagem da Sete Brasil, em 2010, eram divididos igualitariamente entre os dois petistas.

Os outros dois terços da propina eram distribuídos entre funcionários e operadores ligados à Petrobras e a parte restante para executivos da própria Sete Brasil.

Palocci e Lula também foram sócios em outras operações espúrias.

Os procuradores da Operação Lava Jato já foram informados da pretensão do ex-ministro e fechar o acordo de delação premiada.

Palocci tem criticado Lula e dito que se sente abandonado pelo ex-presidente.

da Redação

Fonte: Valor Econômico

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...