Redes Sociais:

Dirceu sofre nova derrota e deve aguardar Lula no xilindró



A 2ª turma do Supremo Tribunal Federal resolveu não se pronunciar sobre o pedido de habeas corpus do ex-ministro José Dirceu.

O PT aguardava com extrema ansiedade o julgamento, imaginando que uma eventual soltura de Dirceu poderia representar uma força para o ex-presidente Luiz Inácio da Silva.

O PT contava com pelo menos três votos entre os cinco da segunda turma: Gilmar Mendes, Lewandowski e Dias Toffoli.

E foi justamente Dias Toffoli quem teve a iniciativa do adiamento.

O STF, prudentemente, a pedido de Toffoli, abriu prazo para que a defesa e o Ministério Público se manifestem.

A rigor, a Corte está cautelosa, receosa de uma forte manifestação no caso de uma eventual soltura do petista.

da Redaçao