Lula da Silva e Adolf Hitler - um aviso sobre o futuro do Brasil

Entre 1923 e 24, Adolf Hitler ficou preso durante 264 dias nesta cela. Foi acusado de alta traição e defendeu-se aos berros num tribunal presidido por canalhas fazendo da audiência um comício em que foi, inclusive, aplaudido.

Entrou na prisão por ordem de juízes corruptos ou covardes, numa Alemanha destruída, sem futuro, com uma população desesperada pela inflação, pela miséria e pela criminalidade.

Quando saiu, elegeu-se com a maior votação de toda História do país até então e mergulhou a Alemanha numa jornada de destruição e loucura que marca seu povo até  hoje.

Tenho a impressão de que a mesma coisa vai acontecer com Lula aqui no Brasil: vai para cadeia condenado por Sérgio Moro e pelo TRF-4, será solto por um STF de bandidos e vai voltar, em 2018, como "salvador da Pátria" eleito por uma sociedade de ignorantes, de marginais ou de indiferentes obrigados a votar em máquinas eletrônicas que podem ser fraudadas - o que sobrou do Brasil vai ser, finalmente, destruído.  

Milton Pires

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...