João Santana diz que Cardoso mente de maneira ‘deslavada’ para defender Dilma

O marqueteiro João Santana respondeu com veemência às declarações do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardoso a respeito dos termos de sua delação premiada.

Em entrevista ao jornal ‘O Globo’, nesta quarta-feira (17), Cardozo diz haver “contradições delicadíssimas” entre os depoimentos de Santana e o de sua mulher, Mônica Moura.

O marqueteiro, em resposta, foi fulminante, qualificando como ‘grotesca e absurda’ a entrevista do ex-ministro.

Ele também acusou o ex-ministro de mentir de maneira ‘deslavada’ para defender a petista.

Os marqueteiros compartilhavam com Dilma Rousseff uma conta de email fictícia, o [email protected]

As mensagens não eram enviadas entre eles, para que não fossem rastreadas, mas salvas na página de rascunhos e, depois de lidas, apagadas.

Foi assim que Dilma informou o casal que eles seriam presos.

‘O seu grande amigo está muito doente. Os médicos consideram que o risco é máximo, 10. O pior é que a esposa, que sempre tratou dele, agora está com câncer e com o mesmo risco. Os médicos acompanham os dois, dia e noite’, escreveu a petista. 

Santana foi preso no dia 22 de fevereiro. Porém, sabendo antecipadamente da prisão através da presidente, convocou o seu então advogado, Fabio Tofic, para que se deslocasse até a República Dominicana, onde o marqueteiro trabalhava numa campanha política, para que traçassem uma estratégia.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades

loading...