Jorge Hori

Articulista

Em duelo abjecto, Renan vence Temer


O resultado desfavorável no processo de apreciação do projeto da Reforma Trabalhista, mais um vez, não é o que parece à primeira vista.

Indubitavelmente foi uma vitória a ser comemorada pelo PT e pelos opositores da reforma. Mas não devida a eles. Foi manobrada por Renan Calheiros que ainda procura mostrar poder e sua aproximação com o PT de Lula. Com vistas à sua reeleição e a de seu filho em 2018.

Aproveitou a ausência do Senador Sergio Petecão e com o voto de dissidentes que seguiram a sua orientação, derrotou Romero Jucá, Marta Suplicy e, indiretamente, Michel Temer.

Foi um claro descuido do Governo. Ou teria sido mais um lance estratégico?

Jorge Hori

Mais de Jorge Hori

Comentários

Notícias relacionadas

loading...