Dilma, a mulher honrada, ouve relato de Joesley e pede mais 30 milhões (veja o vídeo)

Preocupado com a gastança na campanha petista de 2014, o empresário Joesley Batista resolveu conversar com a então presidente Dilma Rousseff.

O empresário narrou para a presidente que já haviam sido gastos mais de 300 milhões, que o dinheiro que ele tinha reservado como a parte devida ao ex-presidente Lula, também havia sido comprometido e que, desta forma, os recursos estavam acabando.

A petista ouviu atentamente a narrativa e determinou que o dono da JBS liberasse mais 30 milhões para o governador Fernando Pimentel.

O diálogo está descrito na delação da JBS, aquela que foi comemorada e reverenciada pelos petistas. A delação perfeita, sem vazamentos e sem ‘tortura’.

Abaixo, veja o vídeo.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Denúncias

loading...