Desmoralizados, advogados de Lula renunciam ao direito de recorrer (veja a petição)

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são realmente infames e, invariavelmente, agem sem qualquer embasamento legal.

Haja vista o caso do inventário de dona Marisa Letícia, quando tentaram obter o sigilo no processo.

A juíza da causa em poucas linhas detonou a argumentação.

Um pleito absurdo, totalmente sem nexo e sem qualquer substância jurídica.

Assim, diante da verdadeira aberração, aconselhados por advogados ligados ao PT, em novo petitório Cristiano Zanin e Roberto Teixeira renunciaram ao direito de recorrer.

Não sem antes cometerem mais um ultraje. Em petição de inventário, retomaram o enfadonho discurso político, alegando que Lula e familiares ‘já tiveram todos os dados protegidos pelo sigilo – constitucional e legal – devassados nos últimos tempos, inclusive conversas gravadas da de cujus (dona Marisa)'. 

Ou seja, um papo que não interessa no processo respectivo, desnecessário e sem sentido.

Abaixo, veja a decisão da magistrada sobre o pedido de sigilo e na sequência a renúncia de Lula ao direito de recorrer.

Decisão judicial sobre o pedido de sigilo:



Renúncia dos advogados de Lula ao direito de recorrer:



Jaqueline Lombardi

[email protected]

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...