Palocci ameaça entregar seis ministros do STF, mas repentinamente recua

O ex-ministro Antonio Palocci vive uma situação complicada, sem saber se avança em suas decisões ou se recua à espera de um ‘milagre’, de tal modo que a Procuradoria-Geral da República (PGR) já pensa seriamente em desistir de sua delação.

Que Palocci sabe, viveu e conviveu com situações absolutamente escabrosas e comprometedoras de inúmeras autoridades, notadamente os ex-presidentes Lula e Dilma, não há a menor dúvida, porém, de acordo com a Revista Época, a PGR não está mais disposta a suportar a sua falta de objetividade e os seus rompantes. 

Recentemente, segundo a Época, ele mandou dizer que entregaria seis ministros do Supremo, que, segundo ele, estariam amarrados no bolso dos ex-presidentes mencionados.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, despachou dois procuradores imediatamente ao Paraná.

Perderam a viagem. Palocci recuou, não disse nada e pode por isso perder o acordo de delação.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...