Juiz que prendeu Fernandinho Beira-Mar será candidato a governador

Tudo caminha no sentido de que o juiz federal Odilon de Oliveira seja candidato a governador de Mato Grosso do Sul no pleito de 2018.

Nesta quinta-feira (3), o seu filho Odilon de Oliveira Júnior, vereador em Campo Grande, foi empossado como novo presidente do PDT, com direito a presença do ex-ministro Carlos Lupi, presidente nacional do partido.

Na posse, ficou claro que o partido aguarda para o 2º semestre deste ano a filiação do magistrado, tão logo ele se aposente.

‘O namoro está muito bem adiantado e tão logo ele se aposente, deveremos contar com ele para esse grande projeto de mudança e transformação em benefício da sociedade sul-mato-grossense’, afirmou Carlos Lupi.

Lupi fez duras críticas à situação política do país nos últimos tempos e lamentou o “mar de corrupção” que se instalou nos últimos governos. Para ele, agora é a hora e a vez do PDT chegar ao poder, sem máculas como a maioria dos partidos e políticos brasileiros.

‘Ciro Gomes é um homem inteligente e muito bem preparado para recuperar o desenvolvimento do país’, afirmou.

Para o governo de Mato Grosso do Sul, segundo a cúpula do PDT, o nome do juiz Odilon de Oliveira possui os requisitos e qualidades necessárias para alavancar o Estado rumo ao desenvolvimento. Seus mais de 30 anos de magistratura o teriam colocado em condições de conhecer bem a realidade do Estado para estabelecer e executar o melhor plano de governo.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS

loading...