Por agressão a ancião, Lindbergh será julgado pelo Conselho de Ética (veja o vídeo)

O petista Lindbergh Farias nunca teve um comportamento digno de um senador. Não raro se envolve em brigas e confusões, sempre adotando uma postura desrespeitosa para com os seus pares. Isto é exatamente o que chamamos de falta de decoro, prática comum do ex-cara pintada, que nunca recebeu qualquer tipo de punição da casa legislativa.

Entretanto na última terça-feira (8), Lindbergh Farias ultrapassou todos os limites.

Irado e fora de si, ele partiu para a agressão contra um colega idoso, o senador João Alberto, presidente do Conselho de Ética. Cometeu uma indecorosa agressão verbal e, não tivesse sido contido, teria agredido fisicamente um homem de 81 anos, um ancião.

Um escárnio, lamentável, sem noção. Eis a cena:


Diante da situação repugnante, o senador mato-grossense José Medeiros propôs representação contra a atitude de Lindbergh.

O senador João Alberto, o agredido e, como dito, presidente do Conselho de Ética, aceitou a representação e, assim sendo, o petista fatalmente será julgado por seu comportamento.

Sua atitude insana é passível até de cassação do mandato.

Nesta sexta-feira (11) ainda sob o calor dos acontecimentos, o petista postou um vídeo tentando se justificar.

A justificativa é uma flagrante autocondenação.

Está na hora de nossa mais alta casa legislativa dar início ao seu processo de depuração.

Abaixo, veja o vídeo com a justificativa de Lindbergh.

Jaqueline Lombardi

[email protected]


da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...