As intrigantes coincidências entre o lulismo e o malufismo

Há muitas semelhanças entre o lulismo e o varguismo. O apelo ‘pai dos pobres’ é essencialmente o mesmo. Mas há ainda mais semelhanças entre o lulismo em seu atual estágio e o malufismo.

Quando o malufismo ainda era uma força considerável, levava consigo a direita, pois o malufismo era maior do que a direita e se mostrava a melhor esperança de derrotar a esquerda. O que Maluf tinha de direita? ‘Vou botar a Rota na rua’. Só isso. O resto era populismo e estatismo, mais do mesmo.

O lulismo segue maior do que a esquerda, a melhor esperança para os esquerdistas de ‘derrotar a direita’. Por isso a esquerda lhe é fiel na exata medida em que a direita era fiel ao malufismo. O que Lula tem de esquerda? ‘Vou botar a companheirada dos sindicatos e guerrilhas no poder’. O resto é populismo e estatismo, mais do mesmo.

Nossa direita, ou boa parte dela, saiu do infantilismo de se aliar ao malufismo por tática eleitoral e ora exige algo mais consistente. Desconfio que o faz, na maior parte, porque o malufismo já era. O lulismo segue forte, embora decadente. Assim, mantém a esquerda unida em torno de uma perspectiva de poder, de derrotar seu oposto, imediata.

Na identidade entre malufismo e lulismo, o ‘rouba, mas faz’, o voluntarismo, o populismo e o estatismo de sempre. E as manadas, que, essencialmente, são muito parecidas.

Aurélio Schommer

Aurélio Schommer

Membro do Conselho Curador na Fundação Cultural do Estado da Bahia - Funceb e Membro Titular no Conselho Estadual de Cultura da Bahia.

Mais de Aurélio Schommer

Comentários

Notícias relacionadas

loading...