Doação para Lula não passa de mera jogada publicitária

A suposta doação que uma dita herdeira do banco Credit  Suisse iria fazer para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não irá acontecer.

É tudo encenação da pretensa ‘socialite’ Roberta Luchsinger.

Há quem diga que tudo foi combinado com membros da diretoria executiva do Partido dos Trabalhadores.

Mas, o fato é que pessoas que conhecem Roberta garantem que ela vive momentos de dificuldades financeiras, sem liquidez e com alguns problemas judiciais.

Por outro lado, ela também não tem qualquer tipo de ligação com o Credit Suisse.

Notícias que davam conta de que ela seria herdeira do instituição bancária não são verdadeiras.

Além disso, a ex-milionária, mesmo que tivesse dinheiro para efetuar a tal doação, não poderia fazê-lo, em razão de um impedimento judicial.

Protagonista de um calote a uma loja de decoração de São Paulo, Roberta Luchsinger recebeu uma ordem judicial para ‘abster-se de qualquer ato de disposição graciosa’, antes de quitar a dívida de R$ 62 mil, em fase de execução judicial e penhora de bens.

Assim que a determinação da Justiça foi divulgada, Roberta anunciou que ao invés de doar 500 mil, doaria 1 milhão de reais.

Pura balela! Lula não vai ver a cor do dinheiro da madame.

Otto Dantas

Articulista e Repórter
[email protected]

Mais de Otto Dantas

Comentários

Notícias relacionadas

loading...