Sem alvará de soltura, Palocci retoma delação e revela ‘mensalinho’ de Lula

Sob pressão da esposa, dona Margareth, e com todas as promessas do PT e de Lula descumpridas, parece que agora avança definitivamente a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci.

A coluna Radar da Revista Veja informa que Palocci já adiantou o nome de duas empresas que por seu intermédio repassavam a título de propina um ‘mensalinho’ para o ex-presidente Lula.

Segundo o site 'O Antagonista', as duas empresas na realidade são dois bancos, o Safra e o BTG.

O acordo deve ser selado nos próximos dias, ainda na gestão do procurador Rodrigo Janot a frente da PGR.

Neste sábado, na Bahia, Lula recebeu uma ligação do advogado Roberto Teixeira. Durante a ligação, por diversas vezes o nome de Palocci foi mencionado pelo ex-presidente, que ficou visivelmente irritado.

Para piorar a situação, Palocci deve detalhar os bastidores do sepultamento da Operação Castelo de Areia, em 2011.

Outrora, por diversas vezes, Lula repetiu que não tinha medo da delação de Palocci.

Parece que o medo repentinamente começou a aparecer.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...