Os insuportáveis fraudes e erros na previdência. Até quando?

Segundo o TCU, R$ 56 bilhões são pagos por ano pela Previdência por fraude ou erro. E isso nada tem a ver, via de regra, com 'os grandes devedores da Previdência', como quer a esquerda. Tem a ver com gatunos variados, espalhados em tudo que é canto, muitos deles cidadãos simples, mas espertos, digamos assim.

Se somarmos o faturamento da corrupção, dos assaltos tradicionais, a título equivalente à fraude, com os erros que causam enormes desperdícios, os privilégios e os bilhões tirados da Previdência temos uma gigantesca má alocação de recursos e o mau exemplo da recompensa aos malvados, aos privilegiados e aos ineptos, que não contribuem para a produção de riquezas.

Encarar os problemas de frente? Quando se fala nisso, aqueles que têm o poder decisório pedem para olhar para outro lado.

Até quando os que produzem irão suportar calados tanta leniência para com as fraudes e os erros?

Aurélio Schommer

Membro do Conselho Curador na Fundação Cultural do Estado da Bahia - Funceb e Membro Titular no Conselho Estadual de Cultura da Bahia.

Mais de Aurélio Schommer

Comentários

Notícias relacionadas

loading...