Delator, amigo de Gilmar, filmava tudo e entrega prefeito e até ministro (veja o vídeo)

A amizade entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e o delator da Operação Sodoma, ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa, é indescritível e muito forte, a ponto de Gilmar ter sido o primeiro a ligar para Silval, oferecendo-se e colocando-se a disposição, quando este sofreu a primeira investida da Polícia Federal e do MPF, numa ação de busca e apreensão.

Na época, todos os telefones do então governador estavam grampeados e uma conversa entre ele e o ministro do STF foi interceptada.

No bate-papo entre amigos, Gilmar garantia que iria interceder junto a outros ministros do STF, no sentido de tentar resolver o problema de Silval. Veja o vídeo com a malfadada conversa:

 

O fato é que mesmo com a possível interferência de Gilmar Mendes, as investigações contra Silval avançaram, ele acabou sendo preso e não teve alternativa, senão a de efetuar um acordo de delação premiada.

E talvez tenha sido um dos mais substanciosos acordos já efetivados no país.

Silval teve o cuidado de filmar todos os envolvidos no esquema de propina que ele chefiava.

Sobrou até para o atual ministro da Agricultura Blairo Maggi, pelo visto um bilionário propineiro.

O atual prefeito de Cuiabá (MT), Emanuel Pinheiro, também foi flagrado. Sua aparição no vídeo é patética. Ele derruba dinheiro no chão e brinca com o então chefe de gabinete Silvio Cesar, fazendo alusão ao apresentar Sílvio Santos, no famoso quadro ‘Quem quer dinheiro’

Um verdadeiro escárnio. Pura falta de vergonha.

Abaixo veja o escandaloso vídeo:


Lívia Martins

Articulista e repórter
[email protected]

Mais de Lívia Martins

Comentários

Notícias relacionadas

loading...