Marcelo Odebrecht diz que destinou cerca de R$ 90 milhões para Lula através de Palocci e Mantega

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta segunda-feira (4), Marcelo Odebrecht detalhou o esquema de corrupção envolvendo os ex-ministros da fazenda Antonio Palocci e Guido Mantega, respectivamente apelidados como Italiano e Pós-Itália.

Nas planilhas que registravam as movimentações não contabilizadas do Grupo Odebrecht e que serviam, entre outros fins, para o pagamento de propinas, Marcelo Odebrecht explicou como se davam as movimentações e quais os destinos das mesmas, dando detalhes sobre as quantias que eram gerenciadas por Palocci e por Mantega separadamente.

Segundo Odebrecht, no primeiro semestre de 2010, Palocci concordou em reservar cerca de R$ 40 milhões para beneficiar o ex-presidente Lula, que seriam repassados de diversas maneiras. Entre os repasses, estaria uma doação de R$ 4 milhões para o Instituto Lula e a compra de terrenos. Além dos R$ 40 milhões administrados por Palocci, outros R$ 50 milhões em despesas não contabilizadas eram administrados por Mantega.

Confira no áudio abaixo:

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...