Trunfo de Joesley é gravação com Gilmar Mendes

O empresário Joesley Batista tem em mãos uma gravação proibida com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

O próprio ministro já se manifestou sobre o assunto e disse ter certeza de que foi gravado.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, ‘o ministro se encontrou com Francisco de Assis, advogado do grupo empresarial, em abril, a pedido do profissional, e sem saber que eles já negociavam acordo de delação. No meio da conversa, Joesley apareceu, de surpresa. Na época, o magistrado não deu importância ao fato’.

Estranho e inadmissível é um ministro do STF marcar encontros com advogados de empresas em lugares fora do seu gabinete de trabalho.

A armação de todo o esquema teria sido tramada pelo então procurador Marcelo Miller.

Gilmar Mendes se adianta e faz a revelação na tentativa de adiantar a sua defesa.

Ele sabe muito bem o que foi conversado e os assuntos tratados, certamente inconfessáveis, mas passíveis de uma boa gravação.

Em contrapartida, nesta segunda-feira (11), Joesley recusou uma benevolente proposta de acordo da PGR, apenas cinco anos de prisão e um acréscimo de 100% na multa. 


O caipira, pelo visto, confia no ministro. 

Amanda Acosta

Articulista e repórter
[email protected]

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas

loading...