Idade avançada salva velhacaria e suposta conduta criminosa praticada por Marta Suplicy

A atual senadora, ex-prefeita de São Paulo e ex-petista Marta Suplicy acaba de escapar da acusação de falsidade ideológica na Operação Lava Jato, graças a uma situação inusitada, sua idade avançada.

O procurador-geral da República Rodrigo Janot, em seus derradeiros momentos a frente do cargo, presenteou a senadora apontando a ocorrência de prescrição no seu processo.

Além de Marta, outros quatro parlamentares também foram beneficiados: José Agripino Maia (DEM-RN), Garibaldi Alves Filho (DEM-RN), Roberto Freire (PPS-SP) e Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE).

Em função da idade, acima de 70 anos, o prazo prescricional é reduzido pela metade.

Cabia ao Ministério Público e ao próprio Judiciário ter observado esta particularidade e ter dado mais celeridade a esses casos.

Inaceitável a impunibilidade.

O legislador que elaborou tal lei esqueceu-se de que ‘os canalhas também envelhecem’.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...