Não há mais dúvida: foi golpe!

Pela primeira vez e com provas incontestes está sendo reconstruído o desenho do golpe que a prefeitura de Campo Grande (MS), a democracia e povo sofreram. Todos sabiam, todos suspeitavam, mas uma parte disso parecia teoria da conspiração, por ser incrível e mirabolante. Eis o contorno do lápis mortal: empresários criminosos com seus cúmplices bandidos e seus tentáculos em todas as esferas do estado, na política, no legislativo e no judiciário, se uniram nesses últimos vinte anos pra pilhar inescrupulosamente a cidade de Campo Grande e por extensão, o Estado de Mato Grosso do Sul. E como parte do processo pra manter seus status quo, como um tsunami, numa terra sem lei, passando por cima de tudo e de todos, destituiram do poder com suas garras imponentes um prefeito recém-eleito democraticamente. 
E vem mais, pela a enxurrada de dados que ainda em está sendo analisada pela policia, o golpe político que o município de Campo Grande sofreu, parecerá fichinha. 
A população está perplexa, e pergunta quem é que vai pagar por esse crime, que deixou Campo Grande destruída e sua população humilhada nas mãos de estelionatários da pior espécie. E mais, só de passagem:
1) Quem são aqueles juízes que estavam sempre de plantão, coincidentemente na hora certa, no dia certo, pra manter a cassação do prefeito Bernal, quando havia recurso em contrário?
2) Porque até agora não se quebrou o sigilo bancário e telefônico do todos e vereadores e seus assessores mais próximos pra se poder rastrear quando e quanto receberam e de quem?
3) Por que de posse de todos esses dados, dessas quantidades de provas, gravações e vídeos que a PF, MPF, Gaeco e outros órgãos investigativos o atual prefeito atua impunemente como se nada de tivesse acontecido?
Raimundo Edmário Guimarães Galvão
da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS

loading...