Unânime, TRF-2 nega habeas corpus para Jacob Barata. Só Gilmar o quer solto

O habeas corpus de 2ª instância em favor do empresário Jacob Barata Filho foi negado hoje (20) de forma unânime pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Não houvesse aquela liminar desinteressada de Gilmar Mendes, a decisão de prendê-lo do juiz Marcelo Bretas, feita e refeita e depois desfeita pelo ministro, estaria sendo referendada e o ‘rei do ônibus e da picaretagem’ estaria preso.

Entretanto, a decisão do juiz e do tribunal está prejudicada pela intromissão do ‘ser supremo’ e só terá valor se o plenário do STF derrubá-la, o que fatalmente deverá acontecer em breve, fato que colaborará para desmoralizar ainda mais o ministro Gilmar Mendes.
da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...