Envolvimento de mãe de Renata em ilícitos, explica desespero com separação de Lulinha (Veja o Vídeo)

Quando uma conversa entre a esposa de Lulinha, Renata Abreu Moreira, e o empresário Kalil Bittar foi revelada, captada em gravações efetuadas pela Polícia Federal, foi um verdadeiro ‘Deus nos acuda’.

Na tal conversa, Renata além de demonstrar uma grande intimidade com ‘Kaká’, tripudia sobre o marido, tratando-o como ‘ogro’ e convidando o rapaz que estava no sítio em Atibaia para ir até São Bernardo, ‘ouvir músicas do 14 bis’.

Um papo muito estranho...

Abaixo, veja o áudio completo:

Esse áudio, em meados de agosto de 2016, viralizou nas redes sociais.

Lulinha, evidentemente, ficou possesso, extremamente contrariado.

Na época, inclusive, consta que a separação foi fortemente cogitada.

O advogado Roberto Teixeira teria sido convocado para promover a reconciliação do casal.

Uma verdadeira ‘operação de guerra’ foi montada para apagar o incêndio.

Pois então, passados quase dois anos, hoje, pegaram a mãe de Renata.

Dona Maria Teresa de Abreu Moreira também está envolvida em esquemas ilícitos.

De acordo com o Ministério Público Federal, “Maria Teresa e uma empresa da qual ela é sócia repassaram R$ 252,7 mil para a SM Terraplenagem, firma ligada a Adir Assad, usada para lavar dinheiro do petrolão”.

Agora tudo parece mais claro. O envolvimento de Lulinha e Renata ultrapassa a fronteira do matrimônio.

Evidentemente que se mexer nesse balaio, muito mais coisa deve aparecer.

Lulinha e Renata, além de cônjuges, são comparsas.

É o que fica evidenciado com tais revelações.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas