Cármen Lúcia detona pretensão de Lula: “A toga não é minha, a toga é do Brasil”

A ministra Cármen Lúcia deu todas as respostas que PT e petistas precisavam ouvir, inclusive sobre a medíocre acusação de ter traído Lula, que a nomeou para o Supremo Tribunal Federal (STF).

“Sei de jornalistas que disseram, literalmente, a frase que me veio, estou colocando entre aspas: ‘O preço foi pequeno perto da deslealdade de ter sido nomeada pelo ex-presidente e de não ter garantido que ele não fosse para a cadeia’. Isto é uma frase dura pelo seguinte: a toga não é minha, a toga é do Brasil, ela tem que se submeter a Constituição.”
Sobre a candidatura do presidiário, a presidente do STF, com extrema lucidez, praticamente garantiu que será barrada já na Justiça Eleitoral.


“Nós temos uma Justiça Eleitoral muito presente, e isso é matéria eleitoral que irá para lá. Acho que não chega ao Supremo.”
Ninguém suporta mais as sandices, bravatas e falta de escrúpulos dos petistas.

Ponto final.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas