Aparece o homem que se diz dono dos R$ 51 milhões encontrados com Geddel

O dinheiro encontrado num apartamento de Geddel Vieira Lima pertence ao empresário Carmerino Conceição de Souza. Pelo menos, é o que garante o próprio empresário.

Os R$ 51 milhões apreendidos em setembro pela Polícia Federal, seriam parte de um montante de R$ 65 milhões que ele afirma ter repassado em dinheiro a um intermediário de Geddel, para serem depositados na Caixa Econômica Federal – e do qual não recebeu a contrapartida acertada com o ex-ministro, uma carta-fiança para fundamentar um pedido de financiamento no valor de R$ 110 milhões junto ao BNDES.

O empresário garante que acertou a negociação pessoalmente com Geddel.

As empresas de Carmerino tem sede em Camaçari, na Bahia.

Acontecimentos recentes na vida do empresário põem em dúvida a credibilidade de sua narrativa.

Carmerino anda sumido de Camaçari, onde atualmente tem a fama de ‘golpista’ e as sedes de suas empresas estão fechadas.

O empresário é acusado de enganar dezenas de pessoas com um golpe envolvendo consórcio de veículos.

No site do Tribunal de Justiça da Bahia, o nome do empresário aparece em 238 processos. Na grande maioria das ações ele é réu. São execuções fiscais da dívida ativa, cartas precatórias e procedimentos comuns.

Ele afirma que sua atual situação de dificuldade, advém do fato de Geddel não ter cumprido o que se propôs, e ter dado um sumiço na sua grana.

O advogado de Geddel garante que o ex-ministro não conhece o empresário.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça