A preguiça intelectual de Michel Temer e a tática de demonização de quem sustenta o país

De repente, o Brasil descobriu que quem sustenta este país não são produtores, nem consumidores. É o transporte. O meio de campo.

Essas "descobertas" tardias não são incomuns a um Povo que adotou a hipocrisia como traje de gala e que adora pedir "mudanças", mas não tolera o fato de que tais "mudanças" só vêm com o caos em algum nível do cotidiano.

Via de regra, hipócritas e preguiçosos não toleram o caos.

Não por acaso, o presidente Michel Temer escalou Carlos Marun e Raul Jungmann para falarem em nome do Palácio do Planalto. Por incompetência estratégica e preguiça intelectual, sempre com o apoio bem pago da mídia tradicional, ambos tentam colar no Povo Brasileiro a demonização dos empresários de transportes, como se estes fossem obrigados a ficar caladinhos diante do aumento diário dos preços dos combustíveis, mesmo com estradas caindo aos pedaços e sem qualquer vestígio de segurança.

Demonizar e punir quem sustenta o país não nos faz melhores que uma Suzane von Richthofen, por exemplo.

Segue o enterro...

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Helder Caldeira

Comentários

Notícias relacionadas